HIGHDESIGNEXPO is part of the Global Exhibitions Division of Informa PLC

This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 3099067.

BLOG
PLANEJAR SEM MEDO: IDEIAS PRÁTICAS SOBRE MÓVEIS PLANEJADOS

O mundo está em constante crescimento e mudança, isso é fato notório. E saber lidar com estes acontecimentos naturais envolve criatividade e, claro, um bom gerenciamento de tempo e espaço. No campo da decoração, por exemplo, uma boa pedida para driblar estes fatores pode ser a escolha de móveis planejados. Isso porque os imóveis possuem plantas cada vez mais enxutas e planejar cada centímetro pode ser o segredo para equilibrar o décor e a necessidade de acomodar todos os objetos que acumulamos ao longo da vida. Para além destas preocupações, outro fator que não pode ficar fora de pauta quando se pensa em adquirir mobiliário por encomenda, é o design qualificado e a estética. Por isso, é importante, também, estar atento as tendências e novas soluções que o mercado oferece. Nós conversamos com duas profissionais experts no assunto e listamos, a seguir, algumas ideias práticas e dúvidas comuns sobre o tema. Acompanhe.

Quais são as principais tendências em moveis planejados?

Segundo a arquiteta e urbanista Natalia Avila, a principal tendência é a união da moda com a marcenaria. Alguns estilistas já estão desenvolvendo estampas para aplicação em madeira e materiais como o linho, por exemplo estão super em alta. Outra novidade é a chegada, ainda de mais materiais para compor com a madeira. Antigamente, era comum lançar mão apenas do vidro. Hoje, elementos como o aço, o ferro, a corda e tecidos diversos também estão sendo muito usados. “Peças laqueadas, também, nunca saem de moda”, afirma.

O que pode e não pode?

Ainda de acordo com Natalia, hoje não existe o “não pode”. “Tanto os profissionais quanto as lojas, trabalham muito para atender a necessidade de cada caso, cada pessoa, cada ambiente para sempre encontrar a solução adequada ao projeto. A ordem é ser original”, diz.

Quando planejar móveis?

Para Natalia, “esta necessidade vem quando se há pouco espaço, na maioria dos casos. Os armários de cozinha e quartos são ideias para se planejar. Isso porque eles demandam mais espaço para acomodar objetos e, ainda, são os eleitos para receber, constantemente, peças novas e necessárias”. “Pensá-los com seriedade”, afirma, “pode evitar muita dor de cabeça no futuro”.

Qual o melhor material para cada ambiente?

De acordo com a arquiteta Jessica Marques (CM Arquitetura), “é possível produzir móveis de vários materiais, porém os mais usados são o MDF (médium density fiberboard), que são placas de fibra de densidade média e podem ser usados em qualquer ambiente.” Outra opção é o MDP (medium density particleboard), painel de aglomerado constituído de partículas de madeira e resinado. “Este segundo não é o mais indicado para as áreas molhadas, porém, pode ser usado em todos os outros ambientes. Atualmente também estão fazendo móveis de OSB e madeira pinus aparente, para quem tem preferência por um design mais industrial”, destaca a profissional.

Quais são as limitações do móvel planejado? E as vantagens?

A limitação, segundo Marques, seria o custo. “Nem sempre um móvel planejado sai mais barato e também pode ser que não saia mais caro, pela personalização. Tudo depende da escolha do profissional e do tamanho do móvel”. A arquiteta explica que é importante sempre consultar mais de um marceneiro antes de bater o martelo. “A vantagem vem do fator de personalização, pois a sua peça será única. A durabilidade também entra em pauta: um item planejado e de bom material, pode durar mais do que uma peça solta, que é mais suscetível ao famoso ‘arrasta arrasta’, movimento que pode danificar o móvel”, finaliza.

Veja, abaixo, algumas soluções de ambientes planejados (Fotos da CM Arquitetura):

 

 

 

R. Bela Cintra, 967 _ 11
01415-003 _ São Paulo, Brasil

MAPA DO SITE   CONTATO